Guia Gratuito de como Elaborar um sermão

Quero Baixar!!!

Resenha: Livro Plantar igreja é para os fracos

Tempo de leitura: 2 min

Escrito por Pb. Leonardo Carlos

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE INSCRITOS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fique tranquilo, sua informação estará 100% segura conosco.

Compartilhe agora mesmo:

Como Deus usa pessoas confusas para plantar igrejas comuns que fazem coisas extraordinárias

Esses dias li um livro muito bom chamado Plantar Igrejas é para os Fracos de Mike McKinley, da Editora Fiel.

Já comecei falando que o livro é bom e o principal motivo é que o autor é sincero. Diferentemente de alguns livros sobre assunto ele mostra tudo o que pode dar errado, todos os pensamentos que podem prejudicar o plantador de igreja e inclusive como podemos cair em pecados que nem esperávamos durante o processo. O capítulo onde ele conta como quase destruiu o seu casamento enquanto tentava ressuscitar a igreja é bem interessante. Um ótimo alerta.

Confesso que quando comecei a ler o livro, fiquei desapontado num primeiro momento porque ele não plantou uma igreja do zero, mas começou com uma igreja que já existia, mas estava morta. Era uma igreja batista antiga, que havia sido largada pelos pastores anteriores e estava abandonada, tanto fisicamente quanto espiritualmente. Mas aos poucos eu percebi que vários dos desafios que ele enfrentou ressuscitando essa igreja também se aplicariam caso estivesse iniciando uma igreja.

“Tenho aprendido que Deus usa pessoas atrapalhadas como eu para plantar igrejas que parecem totalmente inexpressivas para o mundo. A coisa maravilhosa é que, em sua bondade, Deus faz coisas admiráveis por meio dessas igrejas.” pg 18

Algo que chama a atenção é que ele define bem o foco do pastor na plantação da igreja: pregação da Palavra. Essa é a principal prioridade nesse trabalho. Todo o resto fica subordinado a isso. Isso me lembrou do texto de Oséias 4.6 que diz “meu povo foi destruído por falta de conhecimento”. Faz muito sentido.

Outro ponto de atenção é a unidade na diversidade. Por diversidade ele diz que procurou plantar uma igreja que possuía pessoas de diferentes idades, de diferentes gostos musicais, de diferentes nacionalidades (eles possuem uma igreja hispânica dentro da igreja de fala inglesa) e mesmo de diferentes posturas teológicas, em questões não centrais. Assim cumpre-se aquilo que Paulo disse em 1 Co 9.22 “tornei-me tudo para com todos”.

Ao final do livro tem um memorando sobre a plantação dessa igreja, redigido pelo próprio Mark Dever para os presbíteros da Capitol Hill Baptist Church que é muito útil como exemplo para ser usado em outras igrejas.

Neste livro, Mike McKinley oferece conselhos preciosos, muitos deles advindos das lições aprendidas em seus fracassos e temores no processo de revitalizar uma igreja. Aqui somos lembrados de que Deus usa homens simples e fracos para plantar igrejas, estendendo assim o seu reino.

Se você se interessa por plantação de igreja, esse é um livro que tem que estar na sua coleção.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


1 Comentário

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE INSCRITOS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fique tranquilo, sua informação estará 100% segura conosco.

Aprenda as Verdades Sobre o Arrebatamento da Igreja Com Uma Visão Bíblica

Tudo que você precisa saber sobre o arrebatamento da igreja você encontrará neste material, você está prestes a mudar COMPLETAMENTE sua forma de interpretar os principais fatos escatológicos.

Totalmente Gratuito